terça-feira, outubro 20, 2009

Adeus mamãe

Estava fazendo compras no EXTRA SUPERMERCADOS, uma velhinha me seguia pelas gôndolas, sempre sorrindo. Eu parava para pegar algum produto, ela parava e sorria: uma graça a velhinha! Já na fila do caixa, ela estava na minha frente com seu carrinho abarrotado, sorrindo:
-Espero não tê-lo incomodado; mas você se parece muito com meu falecido filho...
Com um nó na garganta, respondi não haver problema, tudo estava bem.
-Posso lhe pedir algo incomum? disse-me a senhora idosa.
-Sim. Se eu puder lhe ajudar....
-Você pode se despedir de mim dizendo "Adeus, mamãe, nos vemos depois?" Assim dizia meu filho querido... ficarei feliz!
-Claro senhora, não há nenhum problema, disse eu para alegria da velhinha.
A velhinha passou caixa registradora, se voltou sorrindo e, agitando sua mão, disse:
-ADEUS, filho...
Cheio de amor e ternura, lhe respondi efusivamente:
-ADEUS mamãe, nos vemos depois?
-Sim... nos vemos depois querido.
Contente e satisfeito com o pouco de alegria dado à velhinha, passei minhas compras.
-R$ 554,00, diz a moça do caixa.
-Tá louca? Dois sabonetes e duas pilhas?
-Mais as compras da sua mãe..... Ela disse que você pagaria!!!!!

- VELHA FILHA DA P...!

Veja também:
- O julgamento da velhinha;
- Casamento na quarta idade;
- Carlão, o Fabuloso;
- Aposta da velhinha.

Beijos.

2 comentários:

  1. Como diz a música dos Titã: "Não confie em ninguém com mais de 30".

    :P heheheheheheheheh!

    ResponderExcluir
  2. Escute a voz da esperiência...e da safadeza, velha F.D.P.

    ResponderExcluir

Olá! Sinta-se à vontade para comentar!