quinta-feira, julho 23, 2009

Julgamento do tarado

Um homem foi apresentado perante o juiz e acusado por ter feito sexo com um cadáver feminino.

Disse o juiz: Em 20 anos de magistratura, nunca ouvi uma coisa tão nojenta e imoral.

- Dê-me uma única razão para eu não pô-lo na cadeia!!!

- Vou lhe dar não uma, mas TRÊS boas razões:

1º) Não é da sua conta;
2º) Ela era minha esposa;
3º) Eu NÃO SABIA que ela estava morta; ela SEMPRE agia assim!!!

Resultado: ABSOLVIDO!!!

Hehehe! Eu ri! Recebi, por email, do Ricardo...

Leia também:

- O advogado judeu;

- Não basta ter um bom advogado, o cliente tem que cooperar, né?

- O julgamento da velhinha;

- Barbie Advogada, sempre a que se dá bem... Rsrs!

- Tente adivinhar qual a profissão.

- Duas histórias bem interessantes.

Beijos.

Um comentário:

Olá! Sinta-se à vontade para comentar!