sexta-feira, outubro 17, 2008

Não trabalhe demais

Gerentes de uma editora americana estão tentando descobrir porque ninguém notou que um dos seus empregados estava morto, sentado à sua mesa havia CINCO DIAS, até que alguém perguntou se ele estava bem.

George Turklebaum, 51, que trabalhava como revisor em uma firma de Nova York há 30 anos, sofreu um ataque cardíaco no andar onde trabalhava (andar aberto sem divisórias) com outros 23 funcionários.

Ele morreu numa segunda-feira, mas ninguém notou até o sábado seguinte pela manhã, quando um funcionário da limpeza o questionou porque ainda estava trabalhando no final de semana.

Seu chefe, Elliot Wachiaski, disse: 'O George era sempre o primeiro a chegar todo dia e o último a sair no final do expediente. Ele estava sempre envolvido no seu trabalho e o fazia sozinho.'

Ironicamente, George estava revisando um livro médico quando morreu.

Sugestão: de vez em quando balance a cabeça e agite os braços para os seus colegas de trabalho terem certeza de que você está vivo.

Moral da história: Não trabalhe demais; ninguém nota mesmo... A não ser quando você atrapalha a faxina...



Por essas e por outras que eu tirei foi férias logo... rsrs
Beijos

Um comentário:

  1. Por isso q eu to sempre pentelhando alguem aqui no trabalho. hahahahahahahaha
    Bjoes.

    ResponderExcluir

Olá! Sinta-se à vontade para comentar!